Quem vai passar por um processo seletivo precisa ter em mente que sempre vão surgir perguntas difíceis na entrevista de emprego. Geralmente elas são feitas por recrutadores mais seletivos e que estão atentos a cada detalhe envolvendo o perfil dos candidatos.

Não é à toa que muita gente entra em desespero nessa hora e até perde a vaga por não saber responder a esse tipo de questionamento tão complexo.

Perguntas difíceis em uma entrevista de emprego; Aprenda como responder a elas

Mas, se você deseja obter sucesso na entrevista, é preciso que mantenha a calma. Se você se preparar com antecedência com certeza pode ter um excelente desempenho nesse momento.

E para lhe ajudar nessa preparação, confira abaixo algumas das perguntas mais difíceis de uma entrevista que reunimos nesse post e como respondê-las.

Perguntas difíceis na entrevista de emprego: Conheça as principais e aprenda como responder a elas

Se você tiver dificuldades ao entrar na vaga, por quanto tempo está disposto tentar se adaptar?

Nessa hora você precisa mostrar que realmente quer a vaga. Responder que irá tentar por um tempo não é ideal.

O correto é que você responda que continuará tentando até se adaptar, pois sabe que tem uma excelente capacidade de adaptação.

O que você não gostava no último emprego?

Essa é mais uma das perguntas difíceis na entrevista de emprego que você precisa saber como responder. Isso porque, você não pode dizer que gostava de tudo. Mas, ao mesmo tempo, não deve usar esse momento para criticar a última experiência.

É importante que você seja sincero, mas sem ficar apontando culpados. Além disso, sempre demonstre que você tentou resolver a questão.

Além disso, se o fator não foi determinante para a sua saída do emprego, não esqueça de deixar isso bem claro.

Por que deseja trabalhar na empresa X?

Muitas pessoas usam esse momento para tentar se fazer vítima. Responder coisas como “porque preciso pagar minhas contas”, “porque preciso ajudar minha família” ou “porque tenho um filho para criar” não é bom.

Lembre-se que o recrutador está ali avaliando o seu perfil profissional. A sua vida pessoal não será de interesse dele.

Ao responder essa pergunta, você deve ressaltar aspectos da vaga. O horário de trabalho que condiz com a sua rotina, os valores da empresa que condizem com os seus, ou até mesmo a chance de ter mais experiência.

Qual a sua pretensão salarial?

Essa é uma pergunta que exige pesquisa. Você não pode falar um valor muito abaixo nem muito acima do normal.

O ideal é que você pesquise com antecedência qual a remuneração média para o cargo e assim dê uma resposta adequada.

Não tente falar um valor muito acima, pois o recrutador sabe exatamente qual o salário médio para a vaga. Ele só quer testar se as suas expectativas são realistas.

Por que você saiu do seu último emprego?

Essa é uma pergunta que exige sinceridade, mas cuidado! Nada de ficar falando mal da última experiência, mesmo que ela realmente não tenha sido boa.

Você deve responder algo que demonstre que não havia possibilidades de crescimento nela, ou, que os seus objetivos mudaram. Mas nada de ficar falando de brigas, desentendimentos ou outros problemas do gênero.

Essas são algumas perguntas que não são fáceis de serem respondidas em um processo seletivo. Treine antes do processo seletivo e assim você conseguirá um ótimo desempenho.